Araucária, 25 de dezembro de 2011

NOTÍCIAS

Hissam não dialoga e mantém educadoras em greve

Na manhã desta terça-24, as educadoras foram à Câmara Municipal pressionar os vereadores pela aprovação do projeto de hora- atividade. Também pediram apoio para abertura de negociações por parte do governo

As educadoras/es infantis de Araucária estão em greve desde 16 de abril. Elas/es reivindicam direitos já garantidos às/aos professoras/es, quem têm a mesma formação exigida e desenvolvem as mesmas funções.

As tentativas de negociação para a implantação da hora-atividade, a adoção do calendário escolar e o reconhecimento como professoras da Educação Infantil não evoluíram. A alternativa que restou às/aos educadoras/es foi realizar greve para tentar fazer o governo Hissam (PPS) dialogar.

Na manhã desta terça-24, as educadoras foram à Câmara Municipal pressionar os vereadores pela aprovação do projeto de hora- atividade. Também pediram apoio para a bertura de negociações por parte do governo.

O Magistério de Araucária já manifestou na assembleia de 19 de abril o apoio da categoria à greve das/os educadoras/es.