Araucária, 25 de dezembro de 2011

NOTÍCIAS

Educadoras avançam nas negociações e suspendem greve

A pressão das educadoras de Araucária obrigou a gestão Hissam a negociar as reivindicações da categoria. Foram 14 dias de muita resistência e de mostrar com ações que só a luta muda a vida!

Sifar - A assembleia realizada no final da tarde desta segunda-feira (30) suspendeu a greve iniciada no dia 17 de abril, depois do atendimento parcial da pauta das trabalhadoras.

Após uma paralisação que durou 14 dias, a Prefeitura foi obrigada a ceder e regulamentar a hora-atividade das educadoras. O compromisso firmado pela administração é publicar uma instrução normativa até o final do mês de maio regulamentando os 10% de hora-atividade para as trabalhadoras dos Cmeis. No discurso, o secretário de Governo garantiu que as 4 horas de planejamento são imediatas.

Além de atender parcialmente a reivindicação da hora-atividade, a Prefeitura também concordou em formar uma comissão de trabalho com as educadoras para discutir calendário escolar, o reconhecimento e a carreira das professoras da educação infantil.

A assembleia que suspendeu a greve também estabeleceu um grupo de estudos das educadoras de onde sairão as três representantes da categoria para compor esta comissão com a Prefeitura, que inicia os trabalhos na próxima segunda-feira, dia 7 de maio, às 15h.

A negociação a respeito das faltas e do desconto continua e a pressão da categoria será fundamental nesse período pós-greve. O encaminhamento da assembleia é que não haverá reposição enquanto descontos e faltas não forem negociados pela administração.